Image //softwaredecalibracao.com.br/app/uploads/2020/07/mockup-paper-mylogical-1.jpg

Certificados de Calibração: como atender requisitos normativos e de clientes sem dor de cabeça

Autor: Categoria: Gestão
Postado em:

Imprimir artigo
Emitir certificados é uma atividade base dentro dos laboratórios prestadores de serviço de calibração. Mas, para que o certificado de calibração desempenhe seu papel com assertividade, é necessário atender alguns requisitos, sejam eles normativos ou dos clientes.

No artigo de hoje falarei sobre o desafio de estruturar e manter padronizada e emissão de certificados de calibração, e como o MyLogical ERP auxilia nesse processo.

O certificado de calibração é o seu produto final

Uma das principais atividades de um laboratório de calibração é a emissão de certificados, que, de forma física, apresentam o resultado de todas as etapas de vários processos e trabalhos realizados pelos diferentes setores do laboratório. Ou seja, o certificado de calibração é o seu produto final.

Por meio do certificado é que você mostra ao seu cliente a situação atual de um determinado instrumento ou equipamento. Desta forma, auxiliando na tomada de decisões com base nos resultados apresentados no documento. Um certificado organizado, bem feito e confiável, reflete um processo organizado, um serviço bem feito e resultados confiáveis.

Qualidade significa padronização

O Certificado de Calibração é um documento oficial, originado a partir da atividade de calibração. Esse tipo de documento pode ser emitido apenas por laboratório competentes (podendo ser acreditado ou não acreditado), atendendo padronizações da norma NBR ISO/IEC 17025:2017.

Por mais que cada laboratório tenha a sua metodologia e seu processo até chegar ao certificado, claro, seguindo os documentos normativos para isso, todos possuem a obrigatoriedade de apresentar informações padronizadas nos certificados.

Pense naquele prato do seu restaurante favorito, lembre do sabor dele e da forma de apresentação do mesmo. Imagine que cada vez que você vá ao restaurante, o prato venha apresentado de forma diferente, com quantidade dos produtos diferentes a cada vez que comer: uma vez com mais arroz, outra vez com mais carne, ou sem algum dos produtos que deveria constar. Então, da mesma forma o laboratório também não pode emitir certificado toda hora de um jeito diferente, ora apresentando uma informação, ora não, em alguns os dados do cliente vem no início e em outros no final.

Como definir as informações que irão constar em meu certificado?

Bom, o requisito específico para esse controle na 17025:2017 é o 7.8 – Requisitos de Resultado. Nele são listadas as generalidades, itens comuns e específicos à relatórios de ensaios, certificados de calibração ou amostragem.

As principais informações destacadas nesse requisito são título, código único, data da calibração, informações do cliente e seus contatos, método utilizado, signatário, data da emissão, incerteza de medição, rastreabilidade, resultados, relato de conformidade, entre outros.

Quando o laboratório é acreditado, passa regularmente pelas auditorias de manutenção da acreditação. Nessas auditorias podem surgir sugestões para sempre evoluir o certificado e estar em conformidade com a norma. Se o laboratório não é acreditado, cabe exclusivamente a ele controlar a padronização e organização das informações.

Os desafios da padronização dos certificados de calibração

O desafio de muitos laboratórios é saber se os certificados estão com as informações necessárias e suficientes para atender os requisitos e, além disso, sentem uma certa insegurança devido à padronização dos certificados, pois é difícil garantir que tenham sempre a mesma estrutura.

Utilizar planilhas ou documentos editáveis intensifica essa insegurança, pois além de serem vários modelos, um para cada tipo de equipamento, sempre depende de uma interação humana para formatação e inserção das informações. Desta forma, isso aumenta o risco de erros.

Mas não basta ter um software!

Ao investir em um sistema que não permite ter controle e autonomia para customizar os certificados de calibração pode contribuir em vários desafios do laboratório. Entretanto, em relação aos certificados, acabará não solucionando o problema completo.

Isso acontece porque há uma necessidade muito grande de o laboratório ter autonomia para trabalhar nos modelos de certificados. Tanto, para estarem aderentes à requisitos da norma, quanto para serem flexíveis aos pedidos dos clientes.

Por exemplo, hoje há uma alta demanda de terceirização do controle de critérios de aceitação. Ou seja, o dono do equipamento terceiriza esse controle com o laboratório, e passa a exigir que, no certificado de calibração, venha o resultado juntamente com um relato de aprovado ou reprovado. Isso de acordo com o critério de aceitação do processo ao qual o instrumento pertence.

Tenha mais flexibilidade com o MyLogical

É por conta dessa necessidade dos laboratórios que o MyLogical proporciona essa customização nos modelos de certificados. Portanto, com ele você pode alterar desde as fórmulas de calibração (erro, incerteza, etc.), layout de apresentação do certificado, número de ciclos, número de pontos a serem calibrados e principalmente informações solicitadas pelos clientes como controle de critério de aceitação.

Hoje no MyLogical temos uma vasta lista de procedimentos “padrão” para diversos tipos de instrumentos de diversas grandezas. Estes já estão aderentes ao requisito 7.8 da ISO 17025. Isso ajuda ao laboratório utilizar como base para chegar ao seu “padrão” e fique tranquilo em relação à estar padronizado e aderente às exigências normativas e dos clientes.

Isso é muito importante já que o laboratório não precise se preocupar se há algo em seu modelo de certificado que não esteja de acordo com a padronização da 17025.

Vamos resolver esse problema no seu laboratório?

Se você sofre com esse controle e padronização, ou não possui uma forma automatizada de garantir a aderência à esse requisito ou outros da 17025, solicite uma apresentação do MyLogical e deixe seu processo mais seguro e produtivo.

Solicitando uma apresentação nós vamos entrar em contato com você e fazer um diagnóstico do quanto o Mylogical pode te ajudar nesse momento.