Image //softwaredecalibracao.com.br/app/uploads/2020/03/3-aspectos-da-metrologia-que-ajudam-no-combate-ao-covid-19-ong.png

3 aspectos da Metrologia que ajudam no combate ao COVID-19

Autor: Categoria: Gestão
Postado em:

Imprimir artigo
Estamos em um momento muito complicado na sociedade global. Uma guerra contra um inimigo invisível. Temos muitas pessoas afetadas pelo COVID-19 e muitas ainda serão, mas precisamos estar dispostos a agir e ajudar aos outros. Então, no artigo de hoje eu falo sobre o combate ao COVID-19!

Muitas ações já estão em andamento por governos, entidades públicas, empresas privadas, escolas, universidade, entre outras instituições. Os profissionais da área de qualidade e metrologia não podem ficar de fora dessa guerra, mas como a metrologia ajudar nesse combate?

Nesse artigo vou apresentar 3 aspectos metrológicos que ajudam no combate a essa pandemia e na busca por uma solução definitiva para o tratamento dos doentes.

Redução das barreiras técnicas 

A realização de acordo técnicos metrológicos internacionais entre países ou entre blocos de comércio que reduzem as barreiras técnicas (como exemplo o acordo técnico do Sistema Internacional de Unidades, permitindo a troca de conhecimentos tecnológicos, produtos, insumos, equipamentos e instrumentos entre os países signatários). 

Essa redução pode agilizar a entrada de medicamentos, equipamentos e insumos usados na área da saúde e que são fundamentais para o combate a essa pandemia. Esses itens já chegam ao Brasil atendendo às recomendações técnicas vigentes e regulações internacionais, podendo ser inseridos diretamente no mercado e usados imediatamente na luta contra o COVID-19.

Esses acordos são realizados (ou podem ser) no âmbito das nações, na busca por um entendimento técnico e comercial que permita harmonizar requisitos técnicos e de segurança no comércio de produtos, troca de tecnologia e conhecimentos científicos.

Validação de métodos

Outro aspecto que a metrologia ajuda nessa luta contra o Coronavírus é a validação de métodos. Os exames clínicos são fundamentais na identificação de casos positivos para o COVID-19 de forma rápida e assertiva. 

Alguns métodos novos estão sendo desenvolvidos com o objetivo de agilizar a identificação de pessoas contaminadas, mas é fundamental que esses novos métodos sejam devidamente validados, considerando aspectos metrológicos. O uso de um método que não foi devidamente validado pode prejudicar e não ajudar.

A aplicação da metrologia de forma séria e com profundidade técnica permite executar a validação desses novos métodos de forma confiável, permitindo que a identificação de pessoas contaminadas possa acontecer de forma rápida e confiável.

Nesse momento, o uso de ferramentas estatísticas, entendimento das incertezas e erros envolvidos, avaliação de resultados gerados por diferentes analistas, participação em ensaios de proficiência são exemplos de práticas metrológicas necessárias para validar métodos e garantir resultados confiáveis na realização de exames clínicos. Precisamos redobrar a atenção nisso! 

Pesquisa e desenvolvimento de vacinas/remédios

Outro aspecto metrológico que devemos considerar muito relevante no combate aos problemas da pandemia, está relacionado os processos de medição utilizados para pesquisa e desenvolvimento de medicamentos.

Processos de medição e instrumentos de medição confiáveis e que produzem resultados válidos, ou seja, com níveis de precisão e incerteza adequados são fundamentais. Os resultados e informações obtidos na pesquisa e desenvolvimento de um medicamento ou de uma vacina são gerados por ensaios e medições.

O conhecimento em metrologia é fundamental para garantir que os resultados das medições realizadas sejam confiáveis e que a vacina ou o medicamento desenvolvido alcance seu objetivo. Não dá para desenvolver um novo medicamento ou vacina com medições de baixa qualidade ou sem conhecer os níveis mínimos exigidos de precisão ou incerteza de medição.

Você que trabalha na área de P&D deve sempre ter cuidado com os aspectos metrológicos. Fique atento às medições e considere a incerteza de medição e o risco da medição envolvidos nos resultados gerados durante o processo de P&D. Uma medição errada, uma incerteza não considerada ou um risco menosprezado pode levar a decisões e conclusões completamente diferentes.

Conclusão

A ciência da medição e seus aspectos práticos são fundamentais para o combate a essa pandemia, aspectos técnicos/práticos relacionados às medições e seus resultados e o conhecimento metrológico aplicado de forma séria são o alicerce para o desenvolvimento da ciência e tecnologia, independente da área de aplicação.

Dessa forma, no que for de nosso alcance, vamos nos esforçar para conter a crise e criar formas de atuar contra o Coronavírus!