Image //softwaredecalibracao.com.br/app/uploads/2020/10/engajamento.jpg

Laboratório de Metrologia: engajamento sob medida

Autor: Categoria: Gestão
Postado em:

Imprimir artigo
É possível sentir a falta de engajamento de uma empresa quando, a grande maioria das pessoas está ali por um só motivo: o seu sustento. Não existe mais nenhuma motivação, as tarefas são executadas de maneira automática, sem o que eu chamo de “colocar o coração na ponta dos dedos”. Por isso, é de extrema importância os laboratórios terem engajamento sob medida!

Quando isso acontece, é preciso implementar algumas ações de engajamento visando atingir todos os colaboradores, pois o clima organizacional ruim tende a se expandir. Os colaboradores descontentes acabam disseminando esse sentimento para os demais.

Mas, antes de implementar as ações, é necessário entender mais que o significado, o conceito dessa palavrinha que hoje em dia é o sonho de consumo de qualquer patrão de firma: Uma equipe engajada!

O que é engajamento?

Engajamento é o ato ou efeito de engajar, de participar colaborando com alguma coisa. Também significa participação ou posição ideológica em relação a questões políticas e sociais; militância: engajamento político; engajamento social; engajamento ideológico.

Aí que fica lindo! Engajamento ideológico, colaborar com algo maior, algo que tenha um significado mais que financeiro. Algo que tenha uma importância sentimental, que você acredite, sabendo que tem com quem contar pois você faz parte de um time.

E essa é a ideia!

Como implementar ações que mantenham uma equipe engajada?

Na área de metrologia, temos uma das armas mais poderosas. A expansão de conhecimento! Desenvolver novos métodos, aprimorar métodos existentes, projetos de expansão para novas áreas.

Vamos seguir com alguns exemplos de ações de engajamento essenciais para aumentar a produtividade quem qualquer área de sua empresa.

  • Tenha líderes inspiradores

Pesquisas na área de recursos humanos apontam que uma liderança ruim é um dos principais motivos de falta de produtividade e a desmotivação de uma equipe.

Portanto, é importante além de monitorar o desempenho do gestor da área, acompanhar o comportamento da equipe liderada por esse gestor.

Em um laboratório de metrologia, por exemplo, o líder precisa ter mais que conhecimento técnico para comandar uma equipe. É necessário descentralizar o conhecimento, para isso tem que ter uma boa didática para capacitar a equipe, fazendo com que todos evoluam tecnicamente. Para isso os líderes precisam buscar conhecer cada colaborador de sua equipe, entender suas necessidades pessoais e saber como fazer com que se sintam valiosos para o desempenho da empresa.

É primordial que os gestores saibam realmente como liderar e não apenas dar ordens. Há muito tempo, os colaboradores precisam ter na figura do “chefe” alguém inspirador, capaz de promover um sentimento de confiança.

  • Inspire propósito

Os colaboradores só se mostrarão engajados se sentirem que estão, de fato, realizando algo na empresa. Qual o seu papel como metrologista? Afinal, por qual motivo você calibra um instrumento?

Esses questionamentos pairam também sobre todas as áreas. Afinal, como ter a vontade de “colocar a mão na massa” se há a impressão de que um trabalho duro não faz muita diferença?

Por isso, um papel dos gestores é o de demonstrar de maneira constante que as funções desempenhadas pelos funcionários são importantes e que geram consequências diretas para a empresa.

Para isso, você pode estabelecer metas bem definidas e incentivar seu time a atingi-las, criando um sentimento de verdadeiro desafio.

Mais autonomia aos colaboradores também é importante e isso pode ser feito delegando algumas tarefas em que as opiniões e decisões de seu time sejam necessárias.

  • Promova crescimento

Sentir que possui chance clara de evolução dentro de uma empresa é um dos fatores mais valorizados pelos funcionários.

Não digo apenas um plano de carreira estruturado, mas a partir do momento em que o colaborador percebe os desafios imputados por seus gestores, automaticamente ele passa a se autodesenvolver. Por isso é muito importante procurar conversar e conhecer os planos do seu colaborador, o que ele gosta. No caso da metrologia, qual área ele mais se identifica, em qual ele quer realmente se especializar.

O gestor tem que estar sempre alerta às necessidades do colaborador X necessidade da empresa, os planos estratégicos e limitações da empresa, bem como as habilidades de cada funcionário, oferecendo novas responsabilidades e tarefas desafiadoras que possam gerar um crescimento profissional e aprendizado de seus colaboradores.

Investir em feedbacks consistentes de maneira frequente, também ajuda muito o desempenho de cada membro de sua equipe.

  • Aprimore sua equipe

Aliado ao fator de desenvolvimento profissional, bem como uma forma de benefício, oferecer formas de aprimoramento de seus funcionários, como cursos e palestras, pode ser uma excelente opção.

Além de viabilizar convênios com universidades ou centros educacionais, ou outras formas de proporcionar cursos que possam aprimorar o conhecimento de sua equipe, como pós-graduação e idiomas, por exemplo, hoje em dia é comum canais que disponibilizam conteúdos gratuitos e que não impactam financeiramente na empresa e mantém sua equipe atualizada em relação aos conteúdos.

Na área de metrologia, por exemplo, como gestora do laboratório, sempre indico os cursos gratuitos disponíveis em alguns canais, Webinars, lives sobre o tema metrologia. Veja alguns:

Ter uma empresa com problemas no trabalho em equipe é a receita perfeita, só que para um verdadeiro desastre. Um ambiente amigável, com sincronia e com um forte vínculo emocional entre os colaboradores é o ideal para qualquer empresa.

Por isso, busque estabelecer um calendário de eventos que promovam a integração da equipe.

Vale happy hour, comemoração em datas temáticas e até mutirões de trabalhos voluntários em ONGs. 

Esses encontros não só fortalecem o discurso e cultura da empresa, mas cria um ambiente agradável para que os funcionários interajam entre si.

Isso porque seres humanos, ou a grande maioria deles, são seres sociáveis e precisam sentir que fazem parte de algo.

A importância do engajamento

Concluindo esse artigo, particularmente acredito que ao colocarmos o engajamento de seus colaboradores como um objetivo de importância para seus negócios, com certeza você irá perceber mudanças positivas no comportamento de sua equipe.

Fazer parte de algo maior, algo que realmente faça sentido, desperta nas pessoas a vontade e a necessidade de evoluir não só profissionalmente falando, mas também pessoalmente em todos os âmbitos da sua vida.

Acredito que para uma empresa, saber que fez parte da evolução de um ser humano, não tem preço, e isso faz com que o propósito seja muito maior; TRANSFORMAR VIDAS!