Image //softwaredecalibracao.com.br/app/uploads/2020/01/gestao-de-medicao.png

A Gestão de Medição e a Qualidade

Autor: Categoria: Gestão
Postado em:

Imprimir artigo
As medições, medidas e gestão de medição são coisas muito comuns no dia a dia na sociedade. O volume de combustível, a energia elétrica e massa (peso) de um produto são exemplos de medições da metrologia legal, em que temos sempre um custo relacionado a medida. 

Geralmente acreditamos nessa medição, raramente alguém questiona se os instrumentos utilizados para essa medição são ou não confiáveis. Você, por exemplo, já se perguntou se a balança da padaria que você frequenta pesa corretamente? Entretanto, seja em qual contexto for,  ter medições confiáveis e que apresentem resultados válidos é o primeiro passo para a busca pela qualidade

Em um processo industrial, as medições são muito importantes e utilizadas em diferentes situações. Aceitar ou não uma matéria prima, monitorar e controlar um processo, avaliar e inspecionar a qualidade um produto acabado, ou seja, a medição é utilizada para a tomada de decisões e avaliação da conformidade de produtos e processos como um todo. 

Nesse contexto, uma medição de “baixa” qualidade pode levar a decisões e avaliações erradas em um processo. Esse problema é conhecido como Risco da medição, ou Risco da falsa aceitação ou falsa rejeição. Um sistema de gestão de medição visa atuar nesse risco, para que os processos de medição e os instrumentos de medição sejam confiáveis e produzam resultados válidos e confiáveis. 

A Gestão de Medição

A medição é um processo no qual o resultado é o valor medido. O resultado da medição é um pedaço de informação do processo de fabricação ou do serviço. Esses processos de medição fornecem resultados que, por sua vez, precisam ser gerenciados. 

O princípio de Abordagem de processos da norma ABNT NBR ISO 9000 é a base para o entendimento da medição como um processo, ou seja, o processo de medição e a necessidade da gestão desses processos. 

Um sistema de gestão de medição eficaz assegura que o equipamento de medição e os processos de medição são adequados ao seu uso pretendido. Além disso, esse sistema de gestão é importante para atingir os objetivos da qualidade do produto e gerenciar o risco de resultados de medição incorreta. (ABNT NBR ISO 10012). 

Dessa forma, o objetivo de um sistema de gestão de medição é gerenciar o risco de resultados de medição incorretos que afetem a qualidade dos produtos e o resultado dos processos de uma empresa. 

A Qualidade de uma Medição

Para gerenciarmos o risco de uma medição incorreta e conseguirmos atuar nos equipamentos e processos de medição é preciso entender o que é a qualidade de uma medição. O resultado de um processo de medição é o valor medido, certo, já falamos sobre isso, mas como saber se esse valor está correto? 

Toda medição tem uma dúvida (o valor medido é o valor verdadeiro?) associada a seu resultado, não existe uma medição perfeita. A dúvida associada a uma medição é conhecida como incerteza de medição. Quanto maior for a incerteza de uma medição, pior é a sua qualidade. 

Para podermos comparar duas medições como entre a inspeção de qualidade de um fornecedor e a inspeção de recebimento do cliente, precisamos conhecer o nível de incerteza, ou seja, ter um indicador de qualidade dessas medições. Por exemplo, posso medir a densidade de uma amostra com um picnômetro e com um densímetro, qual processo de medição é melhor? O que apresentar a menor dúvida ou a menor incerteza de medição. 

Essa qualidade dos resultados (gerados pelos diversos processos de medição utilizados) é que será a base para a busca pela qualidade de produtos, controle de processos e satisfação de cliente.

A norma ABNT NBR ISO 10012

Para entender melhor como gerenciar esses processos de medição e equipamentos de medição, a norma ABNT NBR ISO 10012 – Sistema de gestão de medição: Requisitos para os processos de medição e equipamento de medição pode ser utilizada como uma ótima referência.

Aspectos como especificações metrológicas, indicadores dos processos de medição, pessoas, incerteza, comprovação metrológica, entre outros, são estabelecidos e definidos em forma de requisitos. A maioria das normas de gestão não foca na questão da medição, ficando um pouco vaga a importância da medição para os resultados. 

Como a ABNT ISO 10012 é uma norma de requisitos, é possível ter um sistema de gestão de medição certificado. O difícil será achar uma certificadora nesta norma. Lamentavelmente, ela é meio esquecida pelas empresas, consultores e certificadoras, enfim.

De qualquer forma, um sistema de gestão certificado conforme os requisitos da ISO 9001, mas em desacordo com os requisitos da norma ISO 10012, certamente levará a um caos quando o assunto é controle de processos, qualidade de produtos e tomada de decisões/ações.  

Conclusão: metrologia vem antes da qualidade!

O sistema de gestão de medição adequado e eficaz é uma condição inicial para que um sistema de gestão de qualidade funcione, para a tomada de decisões assertivas, obtenção de informações adequadas para controle de custos e indicadores. 

Assim, o entendimento de que a medição é um processo e deve ser gerenciada como tal é fundamental para a obtenção de resultados de medição válidos e confiáveis. Entretanto, essa não é uma tarefa simples e fácil. Dependendo da complexidade do processo, um grande esforço técnico, pessoal e financeiro pode ser necessário. 

A norma ABNT ISO 10012 pode ajudar nesse caminho, mas o conhecimento em aspectos avançados de metrologia, instrumentação, qualidade e gestão são necessários para a obtenção de resultados cada vez melhores. 

Referências

[1] ABNT NBR ISO 10012 – Sistema de gestão de medição: Requisitos para os processos de medição e equipamento de medição

[2] ABNT NBR ISO 9001 – Sistema de gestão da qualidade: Requisitos. 

[3] VIM – Vocabulário Internacional de Metrologia