Image //softwaredecalibracao.com.br/app/uploads/2020/04/laboratorios-de-metrologia.png

6 pontos de atenção para laboratórios de metrologia continuarem trabalhando

Autor: Categoria: Gestão
Postado em:

Imprimir artigo
Como já vem sido discutido em outros artigos aqui do blog, a metrologia está extremamente relacionada com a qualidade e com questões essenciais de nossas vidas. 

Um exemplo disso a gente viu no último post que o Neville Fusco escreveu para do Blog da Metrologia sobre o teste mais confiável do COVID-19, o RT-PCR. 

O aparelho utilizado aumenta o material genético do caso suspeito em 100 milhões de vezes. Caso esse aparelho não esteja devidamente calibrado vai comprometer o resultado, ou seja, teremos muitos pacientes recebendo o diagnóstico errado.

Não apenas na área da saúde, mas as calibrações devem ser realizadas em diversas indústrias que estão relacionadas diretamente com todos nós, como a alimentícia, farmacêutica e automobilística. Acredito que tenha ficado clara a conclusão que quero chegar: alguns laboratórios de metrologia não podem parar!

No entanto, sabemos que, devido a pandemia, devemos ser responsáveis com as medidas preventivas e mudar nossas formas de trabalho.

Com isso, separei algumas dicas para os laboratórios continuarem trabalhando com qualidade. 

Pontos de atenção para unir qualidade e segurança nas atividades do laboratório de metrologia

Os processos de calibração ainda são bem manuais, necessitando da presença direta de um técnico. Contudo, devemos ser cautelosos.

1 – Incentive o home office e mantenha apenas quem é necessário no laboratório

Aqueles colaboradores que não precisam fazer seu trabalho presencialmente, podem ser incentivados a trabalharem de casa. 

Os líderes devem orientar para que o trabalho continue o mesmo, com rotina e comunicação entre a equipe. 

Além disso, evite a rotatividade do home office. Isso significa que os colaboradores não devem ficar indo pra home office e revezando com quem está na empresa, isso vai aumentar a probabilidade de contágio das pessoas. Quem está em home office fica assim, e quem está indo na empresa fica assim também.

2 – Incentive seus clientes a enviarem os instrumentos para calibração

Os instrumentos que forem de fácil manuseio e transporte, devem ser incentivados a serem enviados ao laboratório. Esta medida evita trabalhos externos e assim, diminui as possibilidades de contágio.

3 – Permita apenas um técnico por laboratório

Nós temos a missão de evitar aglomerações o máximo possível, por isso, você pode manter apenas um técnico por laboratório. E não se esqueça de prover todos os itens de higienização necessários.

4 – Se não for possível o envio do instrumento, negocie

Alguns instrumentos realmente não são viáveis de enviar ao laboratório, por isso, negocie com seu cliente uma forma de ir realizar a calibração que reduza riscos de contaminação e contágio. 

Procure um dia ou horário com menos pessoas na empresa, peça para que outras pessoas não fiquem circulando no local enquanto a calibração é realizada. 

Providencie luvas, máscaras e todo equipamento de higiene necessário.

5 – Conheça o técnico que fará o trabalho externo

Em caso de trabalho externo, procure saber se o técnico tem contato com alguém do grupo de risco em seu cotidiano. 

Se a resposta for positiva, procure outro técnico que possa realizar o trabalho. 

6 – Hábitos de higiene são fundamentais

Parece bobo, mas hábitos comuns de higiene devem ser lembrados a todo momento: lavar as mãos corretamente, não compartilhar objetos pessoais, descartar corretamente luvas e máscaras, entre outros. 

Mais do que nunca, devemos tomar todos os cuidados possíveis em um momento delicado como este. Por este motivo, cartazes informativos espalhados pela empresa são muito bem-vindos. 

Continue atuando, mas com responsabilidade

Qualidade pode significar cumprir requisitos e gerar conformidade. Por isso, ao manter um processo correto e responsável, mostrará ao cliente que as calibrações continuam sendo realizadas com qualidade. 

Assim, você ajuda seu cliente, a sociedade e reduz os riscos de comprometer a saúde das pessoas durante a crise. 

A relação de confiança com o cliente é fundamental para os laboratórios se manterem não apenas ativos, mas também relevantes durante esse período. 

Obviamente, a crise e suas consequências são preocupantes, mas também podem ser vistas como oportunidade criar novas formas de entregar resultados. 

Para isso é necessário revisar os processos e adequá-los, tornando o laboratório uma referência em relação à responsabilidade do trabalho. Ou seja, há formas de continuar trabalhando, mas é importante sermos protagonistas na forma de trabalhar unindo a qualidade e segurança em sua empresa.