Image //softwaredecalibracao.com.br/app/uploads/2017/03/por-que-ainda-somem-instrumentos-na-sua-industria-.jpg

Por que ainda somem instrumentos na sua indústria?

Autor: Categoria: Indústria 6 comentários
Postado em:

Imprimir artigo
Ainda hoje, a indústria sofre com o gerenciamento de instrumentos, já que muitos ainda optam por controles manuais, tais como planilhas, documentos impressos, entre outros. O controle dos instrumentos não se limita apenas a monitorar os vencimentos de suas calibrações, também é preciso que o gestor saiba onde e com quem os instrumentos estão.

Esses controles buscam rastrear como os instrumentos estão sendo cuidados pelos seus responsáveis ou pelos colaboradores que os emprestam, e medir os custos que foram gerados por falta de cuidado no manuseio ou, até mesmo, pela necessidade de novas compras para substituir instrumentos extraviados.

Na indústria, é comum que o setor da Metrologia ou da Qualidade armazenem e cuidem dos instrumentos de medição que são usados durante a produção e esses instrumentos influenciam diretamente no produto final da indústria. Portanto, quando um colaborador for até a Metrologia ou a Qualidade emprestar um instrumento, é preciso garantir que o equipamento esteja em ótimas condições e muito bem calibrado para que, quando for usado, atinja o melhor desempenho. Além disso, será possível saber se o instrumento retornou nas mesmas condições que saiu do setor e dentro do prazo combinado.

Assim, é muito importante que esse controle ocorra de forma sistemática, enquanto o fluxo dos instrumentos for falho, as pessoas não conseguirão ter os equipamentos certos, na hora certa, para realizarem o seu trabalho, e isso prejudica o processo de fabricação.

Por que um controle falho dos seus instrumentos pode causar prejuízos para sua indústria?

Quando você empresta um instrumento, mas não estabelece um controle mínimo sobre ele, ou seja, não sabe nem para qual colaborador você emprestou, você não conseguirá gerenciar os equipamentos de maneira que ajude na sua produção. O instrumento pode estar em qualquer lugar, até mesmo com uma pessoa que o esteja utilizando de forma inadequada, gerando danos, aumento da manutenção (gastos) ou até mesmo extravios, o que fará necessária a aquisição de novos equipamentos (mais gastos).

Outro aspecto fundamental é definir datas para as movimentações e empréstimos, para que o usuário saiba claramente a data de devolução. Isso gera no colaborar um sentimento de responsabilidade pelo instrumento, pois ele saberá que ele é quem responderá por danos ou extravios. Além disso, quando você não estabelece datas específicas para devolução do instrumento, corre o risco de ele perder o prazo de calibração, gerando uma série de problemas na produção e prejuízos para a indústria, por utilizar equipamentos não conformes.

Portanto, é importante ter um controle minucioso, detalhando onde os instrumentos estão localizados, quem são os responsáveis por eles e, principalmente, com quem cada instrumento está no momento. Essas informações precisam estar à sua disposição, para que assim você mantenha a rastreabilidade dos equipamentos de medição.

Esse controle é essencial para o seu processo produtivo, e você pode fazê-lo até por meio de planilha, porém o processo ficará dependente de alguém que controle essa planilha e a abra periodicamente, para conferir essas informações. A não ser que você seja extremamente disciplinado e esteja gerenciando seu tempo de forma infalível, a chance desse controle cair no esquecimento e falhar é enorme!

Porque utilizar um software para gerenciar equipamentos?

Com um software para gerenciamento de instrumentos, todo o processo é automatizado e mesmo que o sistema não seja acessado, o usuário vai receber alertas e lembretes por e-mail. Além disso, você conseguirá gerar relatórios automáticos com informações referentes às pendências de vencimentos, devoluções e outros dados necessários.

Para tornar esse processo mais confiável, eu indico a utilização de um software.  E o MyLogical vai ao encontro dessas necessidades, fornecendo a automatização de controles de vencimentos, rastreabilidade dos equipamentos, gerenciamento de certificados, entre outras funcionalidades que proporcionam à indústria a garantia de um processo mais preciso e que ajuda a evoluir o seu processo produtivo.

O foco principal do software está no instrumento, e ele é monitorado em todos os pontos de interação, ou seja, tudo que acontece com o equipamento, onde ele está, quem o emprestou ou quem é responsável, fica armazenado em um histórico do instrumento, e você pode acessar no software sempre que necessário.